Curso Filosofias para o Futuro

SOBRE O CURSO

Módulo: 01
Aulas: 16
Duração de cada aula: 1h
Carga horária total: 17h
Bônus Especiais: 02
O curso Filosofias para o Futuro propõe uma investigação sobre o conceito de futuro, desde as filosofias antigas e medievais até o pensamento moderno e contemporânea.

Embora se apoie aula a aula em autores e obras específicos, o curso mobiliza esses autores e obras exclusivamente para o aprofundamento de temas, conceitos e problemas do mundo contemporâneo, que dizem respeito às experiências cotidianas de todos nós.

O objetivo do curso é explorar alguns dos principais desafios que o homo sapiens têm atravessado neste começo do século XXI e apresentar alguns horizontes, ferramentas e conceitos para compreendermos o mundo presente e criarmos o novo mundo que está por vir.

O curso aborda a Filosofia de um modo interdisciplinar e transversal. Portanto, diversas ciências, teorias e saberes, atuais e antigos, são trazidos para didatizar os conteúdos, aula a aula.

O objetivo do curso Filosofias para o Futuro é aprofundar a nossa compreensão do passado, mapear as condições e contradições do presente e criar novos horizontes para o futuro.

A Proposta

CLAREZA | PROFUNDIDADE | CONEXÃO

Clareza, profundidade e conexão (CPC). Estas três palavras são centrais no mundo de hoje. E podem ser traduzidas em três verbos: esclarecer, aprofundar e conectar.

Cada vez mais vivemos a urgência de desenvolver nossa mente a partir desses valores e desses verbos. Cada vez mais precisamos esclarecer fatos, aprofundar ideias e conectar fenômenos.

Estas três palavras e esses três verbos orientam todo trabalho do Prof. Rodrigo Petronio ao longo de mais de 20 anos de docência, de escrita e de pesquisa.

A clareza é o ato de dar transparência e concretude aos conceitos e às ideias, por mais complexas e abstratas que sejam.

A profundidade tem como objetivo verticalizar o máximo possível os assuntos tratados, sejam eles quais forem.

E a conexão é a proposta de unir diversos saberes, ciências e áreas do conhecimento, em uma perspectiva transdisciplinar, pois esta é a maior exigência intelectual e profissional do século XXI.

A abordagem do prof. Rodrigo Petronio se destina a todos aqueles que estejam cansados de modos obscuros de organizar o pensamento, de abordagens superficiais e de estudos excessivamente especializados.

Como vai Funcionar

O curso possui uma carga horaria total de 17h e deve ser disponibilizado para os alunos por tempo ilimitado/vitalício.

Esse Curso é
indicado para

Com quem vou Aprender

Rodrigo Petronio

Rodrigo Petronio é escritor e filósofo, professor titular da FAAP e autor de 17 livros. Formado em Letras (USP), Mestre em Ciência da Religião (PUC-SP), Mestre e Doutor pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ). Desenvolveu Pós-Doutorado sobre a cosmologia do filósofo Alfred North Whitehead no Programa de Pós-Graduação em Tecnologias da Inteligência e Design Digital (TIDD|PUC-SP), onde atualmente é pesquisador. Há vinte anos ministra cursos livres e oficinas de escrita em diversas instituições. Há dez anos mantém a Oficina de Escrita Criativa e o Curso Livre de Filosofia, referências no Brasil. Atua no mercado editorial há vinte e sete anos, tendo trabalhado para diversas editoras em centenas de obras e nas mais diversas etapas do processo editorial. Há vinte e dois anos atua como jornalista e colabora regularmente com diversos veículos da imprensa, tendo publicado cerca trezentos artigos, resenhas e ensaios em alguns dos principais veículos da imprensa. Recebeu prêmios nacionais e internacionais nas categorias poesia, prosa de ficção e ensaio. Organizador dos três volumes das Obras Completas do filósofo brasileiro Vicente Ferreira da Silva (Editora É, 2010-2012). Também pela Editora É, divide com Rodrigo Maltez Novaes a coordenação editorial das Obras Completas do filósofo Vilém Flusser que prevê a publicação dos vinte títulos do autor, além de um longo projeto de publicação de materiais inéditos de seu arquivo que contém cerca de 35 mil páginas. Para a editora Contraponto, atualmente coordena a Biblioteca Mario Novello cujo objetivo é a publicação da obra de Novello, professor emérito do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF) e um dos cosmólogos mais proeminentes do mundo. Coorganizador com Clarissa De Franco do livro Crença e Evidência: Aproximações e Controvérsias entre Religião e Teoria Evolucionária no Pensamento Contemporâneo (Unisinos, 2014), conjunto de artigos acadêmicos de professores brasileiros e estrangeiros sobre as relações entre ateísmo, religião e teoria darwiniana. O livro Pedra de Luz foi finalista do Prêmio Jabuti (2006). A obra Venho de um País Selvagem recebeu o Prêmio Nacional ALB/Braskem (2007) e o Prêmio da Fundação Biblioteca Nacional (2009). Mais informações e contato: www.rodrigopetronio.com
0
Livros
publicados
+ 0
Textos
publicados
0
Anos de
experiência
0
Cursos e
Oficinas
+ 0
Alunos
formados

Depoimentos

O que vou Aprender

Bibliografia de Base: Rodrigo Petronio, O que é Filosofia especulativa?

  • Sentidos subentendidos no título do curso.
  • Introdução às principais implicações do termo futuro.
  • Definições de futuro e problematização do Tempo.
  • Por que futuro ou futuros? Filosofia ou filosofias?
  • Pequena história do estudo e das preocupações com o futuro.
  • Principais problemas e vantagens apresentados pelo termo futuro.
  • O estudo do futuro e suas abordagens.
  • Posição do estudo de futuro no pensamento contemporâneo.
  • Mapeamento de conceitos e autores do curso.
  • A Filosofia Especulativa de compreensão dos problemas e pesquisas relativas ao Futuro.
  • Os conceitos de virtual e de virtualidade como coração da Filosofia Especulativa.
  • Mapeamento das principais vertentes, autores e obras da especulação e da virtualidade.
  • A revolução especulativa da Antiguidade: a invenção da Eternidade.
  • A especulação e as tecnologias da imortalidade.
  • Platão e Aristóteles como pensadores especulativos.
  • A filosofia medieval e a emergência do objeto especulativo por excelência: Deus.
  • A colonização do Além e as cartografias transtemporais como construção de futuros.
  • Filosofia e teologia especulativas.
  • Leibniz, Descartes e a especulação.
  • O Idealismo Alemão e a especulação: a odisseia do conceito e a noção de especulação pura.
  • Cantor e Gödel: transfinitos, incompletude e terceiro momento.
  • A revolução silenciosa de Alfred North Whitehead, o Platão do terceiro milênio.
  • Heidegger: filosofia da existência, ontologia e especulação.
  • A filosofia virtual de Deleuze-Guattari e uma revolução na compreensão especulativa.
  • Peter Sloterdijk: relacionalidade, animismo e especulação de futuros.
  • Alain Badiou: o ser, o evento e a lógica dos mundos.

Bibliografia de Base: Rodrigo Petronio, O que é Filosofia especulativa?

  • A especulação em relação ao Tempo.
  • A especulação em relação ao espaço.
  • A especulação em relação à causalidade.
  • Usos gerais e restritos do conceito de especulação e de filosofia especulativa.
  • A centralidade do conceito de infinito e de transfinitos para a filosofia especulativa.
  • A importância da cosmologia e da ontologia para a renovação da filosofia especulativa.
  • O novo estatuto que a especulação assume na teoria dos mesons ou mesologia.
  • O que são Topologias Transdimensionais (TT).
  • O novo estatuto da filosofia especulativa como Filosofia Orientanda ao Futuro (FOF).
  • As principais alterações das categorias de tempo, de espaço e de causalidade promovidas por essa nova definição de especulação e de filosofia especulativa.

Bibliografia de Base: Pierre Lévy, O que é o virtual?

  • O que é virtualização?
  • A virtualização do corpo?
  • A virtualização do texto?
  • A virtualização da economia?
  • As três virtualizações que fizeram o humano: a linguagem, a técnica e o contrato.
  • As operações da virtualização ou o trivium antropológico.
  • A virtualização da inteligência e a constituição do sujeito.
  • A virtualização da inteligência e a constituição do objeto.
  • O quadrivium ontológico: a virtualização, uma transformação entre outras.

Bibliografia de Base: Pierre Lévy, O que é o virtual?

  • O que é virtualização?
  • A virtualização do corpo?
  • A virtualização do texto?
  • A virtualização da economia?
  • As três virtualizações que fizeram o humano: a linguagem, a técnica e o contrato.
  • As operações da virtualização ou o trivium antropológico.
  • A virtualização da inteligência e a constituição do sujeito.
  • A virtualização da inteligência e a constituição do objeto.
  • O quadrivium ontológico: a virtualização, uma transformação entre outras.

Bibliografia de Base: Pierre Lévy, Tecnologias da Inteligência: o futuro do pensamento na era da informática.

  • A técnica participa ativamente da ordem cultural, simbólica, ontológica ou axiológica.
  • A metáfora do hipertexto.
  • Imagens do sentido.
  • Seis princípios do hipertexto: 1. Princípio de metamorfose 2. Princípio de heterogeneidade 3. Princípio de multiplicidade e de encaixe das escalas 4. Princípio de exterioridade 5. Princípio de topologia 6. Princípio de mobilidade dos centros.
  • Sobre a técnica enquanto hipertexto.
  • A metáfora do hipertexto: como o pensamento atinge as coisas.
  • Esboço de uma teoria hermenêutica da comunicação.
  • Os três tempos do espírito.
  • Palavra e memória.
  • Oralidade primária e oralidade secundária.
  • A memória humana: contribuições da psicologia cognitiva.
  • Armazenamento e pesquisa na memória de longo prazo.
  • As estratégias mnemônicas nas sociedades orais.
  • O tempo da oralidade: círculo e devir.
  • A persistência da oralidade primária.
  • A escrita e a história.
  • Tempo da escrita, tempo da agricultura.
  • A tradição hermenêutica.
  • O saber teórico, a organização modular e a sistemática dos conhecimentos.

Bibliografia de Base: Pierre Lévy, Tecnologias da Inteligência: o futuro do pensamento na era da informática.

  • A rede digital.
  • O tempo real.
  • O fim da história?
  • A indeterminação e a ambiguidade da informática.
  • A informática e a memória.
  • Declínio da verdade, da objetividade e da crítica.
  • O conhecimento por simulação.
  • Uma imaginação auxiliada por computador.
  • A medida de todas as coisas.
  • O esquecimento.
  • Rumo a uma ecologia cognitiva.
  • Para além do sujeito e do objeto.
  • As tecnologias intelectuais e a razão.
  • As coletividades pensantes e o fim da metafísica.

Bibliografia de Base: Vilém Flusser, Elogio da Superficialidade: O Universo das Imagens Técnicas.

  • A conquista do mundo como imagem do mundo (Heidegger).
  • O virtual e a superficialização global do mundo.
  • A escalada da abstração e a emergência das imagens zerodimensionais (tecnoimagens).
  • As imagens tridimensionais, bidimensionais, unidimensionais e zerodimensionais.
  • Aparelhos, algoritmos e abstração.
  • A teoria dos modelos: o mais abstrato que se torna o mais concreto.
  • Universo e imagens: uma ontologia e uma cosmologia das imagens.

Bibliografia de Base: Vilém Flusser, Elogio da Superficialidade: O Universo das Imagens Técnicas.

  • A conquista do mundo como imagem do mundo (Heidegger).
  • O virtual e a superficialização global do mundo.
  • A escalada da abstração e a emergência das imagens zerodimensionais (tecnoimagens).
  • As imagens tridimensionais, bidimensionais, unidimensionais e zerodimensionais.
  • Aparelhos, algoritmos e abstração.
  • A teoria dos modelos: o mais abstrato que se torna o mais concreto.
  • Universo e imagens: uma ontologia e uma cosmologia das imagens.

Bibliografia de Base: Yuval Noah Harari, Homo Deus: Breve história do amanhã.

  • A nova agenda humana: felicidade, amortalidade e divindade.
  • A especiação e o nascimento de um novo humano.
  • A ascensão dos algoritmos e o humanismo.
  • Os três humanismos: liberal, socialista e nazifascista.
  • O big data, a inteligência artificial e a religião dos dados (dataísmo).
  • As distinções entre inteligência e consciência.
  • O Oceano da consciência os novos limite do humano.

Bibliografia de Base: Hilan Bensusan, Linhas de Animismo Futuro

  • Definições dos animismos.
  • O animismo como categoria central da vida e do pensamento contemporâneos.
  • O animismo e a interface entre humanos e não-humanos: dos humanos-animais aos humanos-ciborgues.
  • O devir-outro e as metamorfoses do humano.

Bibliografia de Base: Peter Sloterdijk, Trilogia Esferas

  • Uma teoria global do animismo e das esferas de animação dos humanos e dos não-humanos.
  • O nascimento da espuma e as sociedades de paredes finas e dos sistemas co-frágeis.
  • A ontologia das espumas e os novos limiares do mundo.
  • Peso e leveza: os rumos de uma nova economia libidinal.
  • Os lugares do mundo (topoi) e a flutuação em direção ao futuro.
  • As formas de reticulação da Terra e a domesticação de todos os espaços interiores do mundo.
  • O capitalismo, o colapso dos globos e as crises de imunologia.

Bibliografia de Base: Peter Sloterdijk, Trilogia Esferas

  • Uma teoria global do animismo e das esferas de animação dos humanos e dos não-humanos.
  • O nascimento da espuma e as sociedades de paredes finas e dos sistemas co-frágeis.
  • A ontologia das espumas e os novos limiares do mundo.
  • Peso e leveza: os rumos de uma nova economia libidinal.
  • Os lugares do mundo (topoi) e a flutuação em direção ao futuro.
  • As formas de reticulação da Terra e a domesticação de todos os espaços interiores do mundo.
  • O capitalismo, o colapso dos globos e as crises de imunologia.

Bibliografia de Base: Michio Kaku, O Futuro da Física: Como a ciência moldará o destino humano e nosso cotidiano em 2100.

  • A nanotecnologia e os horizontes da humanidade.
  • A robotização e os horizontes da humanidade.
  • As viagens espaciais e os horizontes da humanidade.
  • A artificialização da vida e os horizontes da humanidade.
  • A inteligência artificial e os horizontes da humanidade.
  • A bioengenharia e os horizontes da humanidade.

Bibliografia de Base: Michio Kaku, O Futuro da Física: Como a ciência moldará o destino humano e nosso cotidiano em 2100.

  • A nanotecnologia e os horizontes da humanidade.
  • A robotização e os horizontes da humanidade.
  • As viagens espaciais e os horizontes da humanidade.
  • A artificialização da vida e os horizontes da humanidade.
  • A inteligência artificial e os horizontes da humanidade.
  • A bioengenharia e os horizontes da humanidade.

Bibliografia de Base: Mario Novello, A Máquina do Tempo.

  • O que a ciência diz sobre as viagens no tempo?
  • As viagens no tempo e as viagens da informação.
  • A curva de Gödel e a alteração radical de nossa compreensão do passado e do futuro.
  • As alterações radicais de passado, presente e futuro propostas pela cosmologia.

Bibliografia de Base: Carlo Rovelli, O Abismo Vertiginoso: Um mergulho nas ideias e nos efeitos da física quântica.

  • A física quântica e a alteração radical de tudo o que conhecemos do universo.
  • Conceitos fundamentais: emaranhamento, ação à distância, loop, colapso, granularidade, relacionalidade, decoerência, saltos, discrição, variáveis ocultas.
  • A física quântica e as alterações de todas as categorias centrais da ciência e da Filosofia (tempo, espaço, matéria, mente, causalidade, consciência, vida).
  • O tempo não existe: como pensar o tempo a partir da física quântica?
  • O espaço não existe: como pensar a espacialidade a partir da física quântica?
  • A teoria dos muitos mundos.
  • A identificação virtual entre futuro e passado.
  • Um novo saber, uma nova filosofia, um novo universo e uma nova espiritualidade a partir da teoria quântica?

Bônus Especiais

Bônus 1

Uma aula de 1 hora ao vivo como síntese sobre todo curso. Um panorama didático e explicativo, passo a passo, que faça conexões de todas as aulas e de todo conteúdo desenvolvido ao longo do curso.

Bônus 2

Acesso Vitalício.

Qual é o valor do Investimento?

Rodrigo Petronio

Filosofias para
o Futuro

Garanta sua vaga!

12 x R$ 166,42

ou R$ 1.997,00 à vista

Dúvidas Frequentes

Não. Para fazer este curso você não precisa de nenhum conhecimento prévio. Os assuntos, por mais complexos, são contextualizados e baseados na Bibliografia definida aula a aula. Basta ter interesse por Filosofia, por temas contemporâneos e por especulações acerca do Futuro.

Os fundamentos da Filosofia, com ênfase em Filosofa Contemporânea e no tema central o Futuro. Vamos abordar os principais fundamentos e conceitos da Filosofia, orientando-os para especulações sobre futuros possíveis da humanidade.
A abordagem do curso é transdisciplinar. Ou seja; articula diversos saber e áreas do conhecimento. Por isso, as aulas refletem sobre as principais transformações e soluções culturais, comportamentais, psicológicas, econômicas, políticas, sociais, ecológicas, tecnológicas, antropológicas que a humanidade deve enfrentar em um futuro imediato e remoto.
O curso tem o total de 16 horas de aula expositivas, distribuído em 16 vídeos de 1 hora cada. Além disso, o curso oferece 2 bônus: 1 hora de aula ao vivo e interativa + 1 acesso vitalício/ilimitado ao seu conteúdo.
Sim, esta versão do curso é 100% online e você poderá fazê-lo de acordo com o seu ritmo. As aulas são gravadas e você poderá acessá-las quando e de onde quiser.
Você terá acesso a todos os conteúdos do curso por tempo ilimitado.
Sim, o curso emite certificado.
Sim, apenas ao longo dos 7 (sete) primeiros dias depois da compra do curso.
Sim, a NFe é emitida para todos aqueles que a solicitarem.

Qual é o valor do Investimento?

Rodrigo Petronio

Filosofias para
o Futuro

Garanta sua vaga!

12 x R$ 166,42

ou R$ 1.997,00 à vista